Agência parceira:

Memórias Póstumas + Machado de Assis (32ª Mostra de Teatro Sertãozinho)

Data: Dia 13/05

Horário: 20h30

Classificação: 14 anos

Local: Teatro Municipal de Sertãozinho - Rua Washington Luiz, 1131 - Centro

Sinopse do Espetáculo

A adaptação de uma das maiores obras literárias brasileiras é, na verdade, uma apropriação. ”Memórias Póstumas de Brás Cubas” é, em qualquer sentido, uma espécie de revolução na maneira de contar uma história e Machado de Assis, seu criador, um revolucionário da escrita e das palavras. Brás Cubas está morto e então que começa a escrever suas memórias. Um defunto autor e não um autor defunto. A partir desta liberdade poética, Machado de Assis, munido da sua conhecida sutileza, ironia fina e humor negro; deita a falar da criatura humana, suas imperfeições, seus sonhos de ilusão e desejos, pela boca de um morto, ou seja, alguém que não pode mais ser reprimido ou condenado por dizer o que pensa.  Se no conteúdo “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, publicado em 1881, já é inovador e provocativo, em sua forma é mais ainda. Machado de Assis conversa abertamente com o leitor, rompendo diversos conceitos da escrita linear ou formal. Ora erudito, ora popular, ora didático, ora poético ao extremo, ele desliza sua literatura em pouco mais de 300 páginas de puro prazer e genialidade.

Levar “Memórias Póstumas de Brás Cubas” para o teatro é puro exercício de interpretação. Mais do que criação de personagens, é colocar o ator num estado de interpretação onde a intimidade da platéia aprofunda-se à medida que a literatura assim exige.

Adaptar “Memórias Póstumas de Brás Cubas” para o teatro, apropriando-se da invenção machadiana é, ao mesmo tempo, uma reverência e uma homenagem ao nosso maior romancista. É uma ousadia, pois Machado de Assis propõe uma relação autor/leitor, que deve ser estendida à relação ator/platéia. E então que nasce (renasce) o teatro onde o ator dança a coreografia da palavra machadiana, confirmando-a como contemporânea e moderna, embora escrita há mais de 130 anos!!!

FICHA TÉCNICA

Adaptação/apropriação e direção: Edson Bueno

Elenco: Luiz Carlos Pazello, Robysom Souza e Edson Bueno

Cenários e Figurinos: Áldice Lopes

Sonoplastia: Chico Nogueira

Iluminação: Beto Bruel